Conselho da Vale decide demitir presidente Fabio Schvartsman.

Atualizado: 21 de Mar de 2019

Presidente já tinho sido alvo de críticas ao não se levantar em 1 minuto de silêncio dedicado as vítimas durante auditoria no senado.

Foi confirmado no dia 02/03/2019 a exoneração do presidente Fabio Schvartsman

Presidente Fabio Schvartsman que estava na presidencia da Vale há 2 anos, foi afastado de seu carto neste sábado dia 02 de março, o plano era que sua carta de demissão e de outros 3 executivos da empresa já estivessem assinadas antes da abertura dos mercados internacionais do dia 04 de março (segunda-feira).


Em nota oficial a Vale afirmou que os próprios executivos Fabio Schvartsman (Diretor-Presidente), Gerd Peter Poppinga (Diretor-Executivo de Ferrosos e Carvão), Lucio Flavio Gallon Cavalli (Diretor de Planejamento e Desenvolvimento de Ferrosos e Carvão) e Silmar Magalhães Silva (Diretor de Operações do Corredor Sudeste), os pedidos de afastamento temporário de suas funções.

O Conselho de Administração acionou então o plano de interinidade previamente discutido: nomear Eduardo de Salles Bartolomeo (atual Diretor-Executivo de Metais Básicos) como Diretor-Presidente interino da Vale a partir desta data.”

Decisão


A decisão foi tomada depois da recomendação conjunta da Força Tarefa e da Polícia Federal que investigam o rompimento da barragem de Feijão, em Brumadinho (MG). As autoridades também pediram o afastamento de diretores e outros executivos da empresa.

A recomendação ocorreu uma semana depois de gerentes e técnicos que estavam presos afirmarem em depoimento que diretores da Vale sabiam que havia problemas com a barragem que se rompeu. A informação  do conteúdo do depoimento foi revelada pelo jornal Folha de São Paulo.

O número oficial divulgado é de 170 vítimas indentificadas e 137 ainda desaparecidas.

Mercado


Até agora, a Vale não se pronunciou oficialmente. Por conta do Carnaval, os mercado brasileiros estarão fechados até quarta-feira de manhã, mas o mercado americano, onde são negociadas mais de 70% das ações da Vale na forma de ADRs (American Depositary Receipts) reabre na segunda-feira, o que obriga a empresa a se posicionar amanhã.

Núltima semana, com a perda do grau de investimento pela agência Moody's, a situação da mineradora também começou a causar apreensão entre investidores brasileiros. Desde o acidente, analistas de casas estrangeiras observavam o descolamento das expectativas de investidores dos investidores domésticos, que pareciam mais otimistas. Um segundo rebaixamento que pode vir da S&P, pode obrigar muitos fundos estrangeiros a se desfazerem de suas posições em ações da empresa, pressionando negativamente o papel, que já perdeu cerca 25% de seu valor desde 25 de janeiro, quando aconteceu a tragédia.



Nos Ajude a manter o Coletivo UNI e todas as suas frentes.

Comprando algum produto da nossa LOJA ou contribuindo para nossas causas através das nossas ASSINATURAS você nos ajuda a manter viva a nossa luta para informar, discutir e incentivar assuntos artísticos, políticos, sociais e ambientais.



fontes: http://www.vale.com/brasil/PT/aboutvale/news/Paginas/vale-informa-sobre-afastamento-temporario-de-executivos.aspx e https://noticias.r7.com/brasil



INSCREVA-SE

 Se inscrevendo você recebe todas as principais notícias do mundo e se mantem sempre atualizado sobre os assuntos que trazemos, envolvendo arte, cultura, política, ambientalismo e muito mais..

Além de apoiar as causas e ficar por dentro do que mais te agrada, você recebe benefícios e materiais exclusivos para assinantes!

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

MENU 

© 2023 by FEEDs & GRIDs. Proudly created with Wix.com

 COLETIVO UNI 06.164.348/0001-09 Endereço: R. Basílio de Magalhães, 85 - Taquaral, Campinas - SP, 13088-010 -

Tempo estimado de entrega: 7 dias

Email: Coletivouni1@gmail.com

Telefone: 19 984495555 

O Serviço e todos os materiais nele contidos ou transferidos, incluindo, sem limitação, software, imagens, textos, gráficos, logotipos, patentes, marcas registradas, marcas de serviço, direitos autorais, fotografias, áudio, vídeos, música e todos os Direitos de Propriedade Intelectual relacionados a eles são a propriedade exclusiva do Coletivo UNI. Exceto conforme explicitamente fornecido neste documento, nada nestes Termos deverá ser considerado como uma licença em ou sob tais Direitos de Propriedade Intelectual, e você concorda em não vender, licenciar, alugar, modificar, distribuir, copiar, reproduzir, transmitir, exibir publicamente, realizar publicamente, publicar, adaptar, editar ou criar trabalhos derivados.