Barragem da Vale em Barão de Cocais pode se romper a qualquer momento

A barragem da mina de Gongo Soco está em risco iminente de colapso, segundo a Vale


Foto: Reprodução / Google Maps

Apenas quatro meses após o rompimento da barragem A1 da empresa Vale em Brumadinho, os impactos causados pelo que foi considerado o maior crime socioambiental do Brasil ainda geram muita dor para a cidade. A lama que soterrou 270 pessoas mal secou e Minas Gerais já sofre com as angústias de um novo rompimento, desta vez a barragem da mina de Gongo Soco em Barão dos Cocais (MG).


"As pessoas estão em alerta, mas nada de pânico", assegura o vice-prefeito da cidade de Barão de Cocais (MG), de cerca de 30 mil habitantes - avisados nesta semana sobre o risco iminente de rompimento de uma barragem no município, localizada a cerca de 10 km da parte central da cidade.


Todos os olhos estão apreensivamente fixados na mina, à medida que ela se aproxima do desastre. A mineradora Vale, dona do complexo, alertou na semana passada que a barragem poderá entrar em colapso a qualquer momento.

"O muro da mina de Gongo Soco pode se romper a qualquer instante", diz José Ocimar, da Defesa Civil. "Isso poderia criar um impacto e uma vibração capazes de gerar o colapso da barragem abaixo.", "Não podemos ter certeza absoluta do que vai acontecer, mas estamos tomando as precauções necessárias para evitar a perda de vidas humanas", ressalta Ocimar.


Na pior das hipóteses, Barão de Cocais teria cerca de uma hora e 15 minutos para evacuar. Em uma simulação recente, a cidade foi esvaziada em aproximadamente 50 minutos. Mas há quem tema que esse exercício não tenha sido um reflexo realista do pânico que aconteceria se o alarme os pegasse desprevenidos, uu pior ainda, enquanto estivessem dormindo. Embora centenas de pessoas na área de impacto imediato já tenham sido evacuadas, a avaliação é preocupante para as comunidades que vivem nas proximidades


Enquanto isso, para os familiares das vítimas de Brumadinho, ver a crise se desenrolar em Gongo Soco tem causado uma nova angústia. Para eles, a situação é prova de que nada foi aprendido com a morte de seus entes queridos há apenas alguns meses.


Fonte: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-48394382

INSCREVA-SE

 Se inscrevendo você recebe todas as principais notícias do mundo e se mantem sempre atualizado sobre os assuntos que trazemos, envolvendo arte, cultura, política, ambientalismo e muito mais..

Além de apoiar as causas e ficar por dentro do que mais te agrada, você recebe benefícios e materiais exclusivos para assinantes!

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

MENU 

© 2023 by FEEDs & GRIDs. Proudly created with Wix.com

 COLETIVO UNI 06.164.348/0001-09 Endereço: R. Basílio de Magalhães, 85 - Taquaral, Campinas - SP, 13088-010 -

Tempo estimado de entrega: 7 dias

Email: Coletivouni1@gmail.com

Telefone: 19 984495555 

O Serviço e todos os materiais nele contidos ou transferidos, incluindo, sem limitação, software, imagens, textos, gráficos, logotipos, patentes, marcas registradas, marcas de serviço, direitos autorais, fotografias, áudio, vídeos, música e todos os Direitos de Propriedade Intelectual relacionados a eles são a propriedade exclusiva do Coletivo UNI. Exceto conforme explicitamente fornecido neste documento, nada nestes Termos deverá ser considerado como uma licença em ou sob tais Direitos de Propriedade Intelectual, e você concorda em não vender, licenciar, alugar, modificar, distribuir, copiar, reproduzir, transmitir, exibir publicamente, realizar publicamente, publicar, adaptar, editar ou criar trabalhos derivados.